Mecânica Automotiva- O que é e como usá-la a Seu Favor

//Mecânica Automotiva- O que é e como usá-la a Seu Favor

Mecânica Automotiva- O que é e como usá-la a Seu Favor

Se você quer aprender sobre mecânica automotiva ou pelo menos o mínimo necessário para se livrar de situações difíceis com o seu carro,então esse artigo é para você.

Um dos principais itens verificados por quem usa uma oficina mecânica é  a qualidade do conhecimento da pessoa que irá cuidar do carro ou da moto.

Com o avanço da tecnologia e a abertura comercial que permitiu a entrada de diversas empresas de automóveis estrangeiras no Brasil nas últimas décadas o mecânico não pode mais se dar ao luxo de não buscar conhecimento.

o que é mecânica automotiva

O mercado de trabalho para um mecânico automotivo é vasto podendo este trabalhar em montadoras,oficinas ou até mesmo empreender com abertura de sua própria oficina.

Conhecimentos como os  sistemas de suspensão,sistema de rodas, sistema de freios,sistema de direção,sistema de transmissão mecânica,motor de ciclo otto,além do uso de ferramentas computadorizadas mostram que o mecânico moderno necessita se especializar e buscar cada vez mais conhecimento.

Basicamente você precisa aprender sobre os principais sistemas automotivos,que são: o motor,o sistema elétrico,a refrigeração,a alimentação,o escaneamento,a transmissão,dentre outros.

Sistema Elétrico

A fonte de energia do carro é a bateria a partir dela a eletricidade flui mediante condutores( fios) para cada componente.

O alternador está acoplado ao motor que o aciona,sendo a função desse componente gerar energia elétrica para carregar a bateria e manter alimentado todo o sistema elétrico,inclusive o sistema de ignição que é o responsável pelas faíscas elétricas e inflama o combustível no interior do motor.

Alguns componentes elétricos do veículo funcionam somente quando a ignição é ligada através da chave,outros funcionam independente da ignição.

Esses componentes muitas vezes possuem interruptores que os acionam.

sistema elétrico automotivo

Vamos então agora  ficar por dentro de um tema fundamental,dentro da mecanica automotiva para qualquer técnico,a eletricidade e a eletrônica.

Entre várias formas de energia,a eletricidade é uma das mais utilizadas pelo homem.

Veja só os,fenômenos que envolvem a eletricidade e a  eletrônica e que nos parecem tão naturais .

Quando acendemos a luz ou mesmo quando usamos um liquidificador não (são tão simples de explicar),é preciso pedir o auxílio da física para entender estes fenômenos e como eles trabalham para nós.

Então vamos começar procurando entender um pouco sobre o fenômeno da eletricidade,assunto fundamental na mecânica automotiva.

Ela atua no nosso dia a dia mas não a vemos,só percebemos seus efeitos por isso é que é tão importante conhecer o que acontece dentro dos fios das lâmpadas e dos sistemas elétricos.

Para começar acompanhe só esta experiência — ligando com um fio de cobre uma bateria a uma lâmpada o que acontece?

A luz acende!

Mas e se a gente trocar os fios de cobre por um fio de barbante ou de algodão? A luz não acende!

Porque será ?

Na eletricidade o que é invisível aos olhos a ciência pode explicar.

Para se entender o que acontece lá dentro precisamos compreender mais sobre a estrutura da matéria,afinal tudo o que existe é composto de matéria.

Veja só,o homem, os animais, a terra e tudo é feito de átomos que agrupados chamamos de moléculas.

Como exemplo mais conhecido temos a molécula da água que é formada por dois átomos de hidrogênio e um de oxigênio,é a famosa fórmula H²O.

Os átomos são compostos por um núcleo contendo prótons e nêutrons e na sua órbita estão os elétrons.

Os prótons possuem carga positiva e os elétrons possuem carga negativa e cargas opostas se atraem já as cargas iguais se repelem.

Só para comparar o efeito de atração que existe entre eles podemos usar o exemplo do ímã.

Veja que no ímã os pólos sul e norte se atraem,mas afinal por que o fio de cobre permite a passagem de energia e a do barbante não?

Alguns materiais como cobre por exemplo possui um único elétron na sua órbita mais externa e é chamado de elétrons livres por estar mais distante do núcleo estando mais fracamente atraído pelo seu núcleo.

Este único elétron ao se desprender de sua órbita com facilidade pode ocupar a órbita de outro átomo vizinho de cobre e assim um empurra o outro sucessivamente produzindo aquilo que chamamos de corrente elétrica

Isto acontece dentro do fio de cobre já no fio de barbante não há elétrons livres e a corrente elétrica não pode ser formada.

A explicação disso é muito simples,o cobre possui elétrons livres por isso o cobre é um material condutor.

Já a borracha,o ar, o plástico e o algodão são materiais isolantes, pois tem falta de elétrons livres daí não circula corrente elétrica ou circula muito pouco.

Observe em que quando a órbita de um átomo não possui elétrons livres estes não saem de sua posição pois são estáveis.

PARTES IMPORTANTES DO AUTOMÓVEL- PARTE 1- MOTOR

O motor é uma máquina térmica que transforma a energia proveniente de uma reação química;no caso da energia térmica em energia mecânica.

Se alguém perguntar para você o que é um motor, o que você responderia?

Então vamos prosseguir conhecendo melhor sobre essa máquina que é o motor…

Dentre as peças que precisamos guardar guardaremos algumas.

motor automotivo

E eu vou dividi-los em peças fixas e peças móveis.

Aqui nós temos um bloco de cilindros e ele é em um material resistente normalmente de alumínio,material bastante resistente a altas temperaturas;inclusive ele dissipa melhor no calor.

E cilindros porque tem furos da venda,tem seis furos que pegam de cima até embaixo.

Esse não é um bloco padrão,o bloco padrão tem quatro cilindros e esse aqui é um bloco de seis cilindros ,comum também, mas se você for ver em 90% ou mais dos automóveis usam bloco de quatro cilindros.

Aqui nós temos o cabeçote,essa peça encaixa por cima do bloco e esse cabeçote o próprio nome já sugere,a cabeça  fica por cima e é composto das válvulas de admissão e escape.

Nós temos aqui quatro pares de válvulas observe 2+2+2+2 ,ou seja esse cabeçote encaixa em cima de um bloco de quatro cilindros porque para cada cilindro nós precisamos de duas válvulas uma para entrar combustível e uma para sair resíduo de queima de combustível.

Que se chama respectivamente aqui entra o combustível é válvula de admissão e a que saem os resíduos resultantes da queima do combustível é chamado de válvula de escape.

O cárter que é o fundo do motor não tem nenhuma nenhuma grande ciência é simplesmente uma lata mesmo que fecha, claro que é apenas forma de dizer,para fins didáticos.

Temos também os mancais fixos que servem de apoio para as peças móveis

E aqui nós temos à disposição dessas peças…

Em cima nós temos um cabeçote,no meio nós temos um bloco de cilindro e observe que esse bloco tem quatro cilindros,olhe se vocês conseguirem perceber pela imagem,esse  aqui já tem quatro furos,e aqui embaixo nós temos o cárter,e o bloco é sem dúvida a parte mais pesada no motor.

Chama-se tampão na verdade que é uma tampa que fecha a parte de cima do motor.

Apesar desse nome “tampão” que nos remete a uma coisa grande e pesada não é tão pesado quanto bloco pois o bloco de cilindros é a parte mais pesada do motor.

Elas vão se encaixar dessa forma e o cabeçote se encaixa em seu bloco e o carter entrou fechando esse motor por baixo

E agora as “peças móveis”…

Chamamos por  conjunto móvel os itens que participam dentro de um bloco do motor,como explicado acima.

Basicamente o conjunto móvel é composto por: Pistão;vielas e virabrequim.

Esse conjunto móvel fica suportes que são lubrificados por pressão conhecido como mancais. 

Tanto Pistões, como o virabrequim  são feitos de materiais diversos. Sendo assim principal missão do motor a combustão interna é evitar atritos e altas temperaturas.

O PISTÃO e a Mecânica Automotiva

Tem forma cilíndrica,movimenta-se no cilindro dentro do motor realizando movimentos alternativos,sendo fabricado em ferro fundido.

Além disso tem como função principal transmitir a energia mecânica gerado pela combustão à viela.

Outra função do pistão na mecânica automotiva é vedar a câmara onde ocorre a combustão,transferir a energia térmica adquirido na queima ar-combustível.

No próximo artigo continuaremos a falar sobre os principais componentes estudados pela mecânica automotiva.

Isso porque conhecer as peças que compõem e as principais formas de manutenção do carro,enfim um estudo sobre mecânica automotiva é o principal objetivo aqui!

Forte Abraço !

2018-11-15T10:39:16+00:00

Sobre o Autor:

Deixar Um Comentário